Disponível: Em estoque

11 available
R$52,00
ou 1x de R$52,00 sem juros

R$49,40 no depósito bancário (-5%)

OU
Descrição

Detalhes

Jagube

Banisteriopsis Caapi – In Natura                                              

Ao lado da Psychotria Viridis, é componente básico da Ayahuasca, poderoso enteógeno sagrado de tradição indígena. Em sua composição química destaca-se a harmina, principal alcalóide beta-carbonílico de sua casca, seguido da harmalina e tetrahidroharmina, além de outros constituintes do mesmo grupo que são dotados de atividade inibidora da monoaminooxidase ( MAO ).  Ref.: Plantas Medicinais no Brasil – Nativas e Exóticas.

Rapé                                                                                       

Entrar na “força da Ayahuasca”significa mergulhar no processo psicoativo e destravar o gatilho de liberação de serotonina no organismo em níveis que permitam a percepção consciente da medicina. Apesar de não possuir ação psicoativa imediata, este rapé é comumente utilizado para potencializar a experiência regular do uso do chá de ayahuasca por possuir a mesma assinatura vibracional e os componentes químicos da bebida sagrada. Excelente para limpeza com aplicações mais fortes e meditação profunda em quantidades menores. MDJ

Rainha

Psychotria Viridis – Folha In Natura                                        

 Diversas espécies de Psychotria apresentam componentes bioativos. Alguns exemplos incluem atividade antibiótica nos extratos de P. microlabastra e P. capensis (África); atividade antiviral em P. serpens (China) e atividades anti-inflamatória, antivirais - antifúngicos é encontrada em P. Insularum (América Central) e P. hawaiiensis respectivamente. As moléculas ativas produzidas por espécies de Psychotria incluem: naftoquinonas, peptídeos, benzoquinona, pigmentos e alcalóides. - The Lycaeum - Entheogenic Database & Community

Rapé                                                                                       

A aplicação da Psychotria Viridis pelas vias aéreas possui um fator tênue de absorção do DMT, que pode ser potencializado se usado concomitantemente com o chá de ayahuasca durante um ritual. Sua composição de base permite uma infinidade de combinações de força com as mais diversas medicinas, fazendo assim com que o rapé de Rainha seja um dos mais apreciados entre aqueles que consagram a ayahuasca com uma certa regularidade. MDJ

Ayahuasca

Banisteriopsis Caapi + Psychotria Viridis – In Natura                

Rapé                                                                                       

Combinação poderosa dos dois ingredientes do chá homônimo, auxilia nos processos de introspecção para “entrar na força” da Ayahuasca, entretanto, sua maior e melhor aplicabilidade é no dia a dia, onde o potencial de limpeza energética se faz mais presente. Vale lembrar que quando nos referimos à limpeza, isso não significa necessariamente vomitar. A limpeza de energias sutis pela força do rapé normalmente se reflete num estado de calma e plenitude. Excelente para iniciar um processo de meditação. MDJ